Categorias
Dicas e Tutoriais

5 Dicas para criar um Blog WordPress Profissional

Está procurando como criar um Blog WordPress mas ainda não sabe como? Fique conosco até o final deste artigo que vamos te mostrar.

O mundo digital vem avançando e crescendo todos os dias, milhares de pessoas aderem ao sistema de vendas online, ao sistema de marketing digital ou apenas querem expor suas ideias sobre determinados conteúdos. 

Com isso ganharem notoriedade, adquirirem um público e uma renda através da internet, mas obter um público e renda na internet não é tão fácil assim. 

Muito conhecimento é exigido, hoje vamos mostrar algumas dicas para que você possa ganhar uma notoriedade na internet através de um blog WordPress.

Como Criar um Blog WordPress

Hoje o WordPress é uma das ferramentas mais utilizadas no mundo, aproximadamente 30% dos blogs na internet são gerenciados através do wordpress. Mas por que ele é tão utilizado assim?

Há uns quinze anos atrás criar um blog exigia um imenso conhecimento de linguagem de programação tipo HTML, Java, Javascript, CSS entre outras.

Mas por volta de 2003 o WordPress chegou para revolucionar isso, com uma linguagem de programação muito simples, ele permite que você crie e configure blogs e sites de uma maneira muito mais rápida e eficiente. 

Poupando tempo e criando blogs e sites com uma eficiência muito maior, isso ainda requer um conhecimento pelo menos básico de programação. 

Então vamos agora dar dicas para que você também possa entrar nesse meio e ter um resultado digno de profissional.

1 – Apresentação é tudo 

Bem, assim como nos arrumamos para irmos a um encontro ou colocamos aquela roupa mais elegante para irmos a um casamento, nesses momentos a apresentação vai fazer a diferença, igualmente para um blog. 

Para ter sucesso é indispensável que uma boa apresentação seja feita, ter um Layout organizado, com atalhos para outras matérias, uma barra de pesquisa, não ter milhões de coisas aparecendo na tela a cada “click” é um ótimo começo. 

Quanto mais limpo e organizado for o seu blog, mais tempo as pessoas vão querer navegar por ele, pois ninguém gosta de ficar perdido em um site, ou então ter uma página aberta a cada “click”.

2 – Disponibilizar outros métodos

Antigamente um blog conseguia sobreviver por algum tempo apenas por ele mesmo, porém a internet muda muito rápido e evolui com uma facilidade muito grande.

Hoje não basta apenas você ter seu blog, tenha também perfis em redes sociais, para assim ter um suporte.

É ali nas redes sociais onde quase 80% das pessoas gastam seu tempo livre, seja conversando com amigos ou apenas olhando a timeline. 

Criar perfis e redes sociais ajuda bastante ter um reconhecimento maior, e com isso gerar um número de acessos frequente ao seu blog.

3 – Público Alvo

Ter em mente um público alvo é à base de tudo, mesmo que o mercado esteja cheio de outros blogs e conteúdos iguais aos seus, fazer a diferença é de suma importância para conquistar o seu espaço e para manter um público fiel.

O número de acessos no blog é o que dita a notoriedade dele, e mostra o quanto de pessoas estão lendo as suas matérias, seja criativo, não copie alguma matéria, busque referências de outros sites sim. 

Seja sempre original (plágio não é legal), coloque links de vídeos ou imagens que ajudem a compreender melhor a ideia que você está querendo passar, sempre deixe um espaço para comentários e perguntas de seus leitores. 

Eles vão te mostrar onde você está errando e por onde seguir.

4 – A alma do Blog

A alma do blog são as matérias as quais ele vai apresentar todos os dias aos leitores, matérias bem escritas, com uma linguagem fácil de entender, sem erros de ortografia é o cargo chefe do blog. 

As pessoas vão sempre querer acompanhar seu blog, se o assunto ao qual você aborda for bem explicado, bem apresentado, com conteúdos que complementam o que você está querendo dizer os leitores vão se interessar cada vez mais. 

Tenha um texto dinâmico, que tenha um início meio e fim coerente, evite se estender muito não enrole para criar textos grandes. 

Por que às vezes é muito melhor ter um texto objetivo e pequeno e com isso ganhar inúmeras visualizações do que ter um texto enorme confuso e pouquíssimas visitas ao blog, lógico o tamanho do seu texto vai ser ditado pelo o assunto que você estará abordando.

5 – Atualizem-se 

Como falamos no início, a internet está em constante evolução, bilhões de conteúdos são adicionados e removidos da rede todos os minutos.

Tenha sempre em mente que a forma como você começou o seu blog pode não ser a forma mais correta amanhã, então procure sempre estar por dentro das melhores formas.

Atualizar-se nunca é demais, procure outros sites e blogs, procure matérias e faça alguns cursos para aprender o que está sendo lançado e o que está começando a funcionar para que o seu blog esteja sempre atualizado e por dentro de todo o conteúdo disponível na rede. 

Essas são algumas dicas básicas para que você se mantenha na rede através de um blog, as pessoas buscam informações a todo o momento, a internet oferece bilhões de conteúdo de todos os tipos. 

Basta somente você saber procurar e se informar de como vai conseguir conquistar o seu público.

Categorias
Marketing Digital

O que é SEO ONpage

Você sabe o que é SEO ONpage e quais são os seus benefícios?

Ao longo dos últimos anos, as “regras” da página mudaram drasticamente, à medida que o Google tenta garantir que eles estão entregando os melhores resultados. 

Agora, uma página de resultados de pesquisa padrão mostra as páginas que não são necessárias para ter a consulta de correspondência exata – ou palavra-chave – em sua tag de título ou meta descrição.

Agora, estamos lidando com algoritmos de classificação que incluem Hummingbird, Panda, Rankbrain e importância semântica na página. 

O Google está ficando mais inteligente. Suas estratégias na página também devem ser.

O que é SEO onpage?

Se você digitar “SEO ONpage” no Google , a Moz dirá a você, por meio de um snippet em destaque, que “é a prática de otimizar páginas da Web individuais para classificação mais alta e gerar tráfego mais relevante nos mecanismos de pesquisa. 

On-page refere-se ao conteúdo e ao código-fonte HTML de uma página que pode ser otimizada, em oposição ao SEO off-page, que se refere a links e outros sinais externos.”

Ele leva em conta todos os aspectos da página da Web que, quando somados, melhorarão suas classificações nos resultados da pesquisa. 

À medida que o Google se torna mais sofisticado, um dos principais fatores que influenciam a otimização na página é a relevância. 

Quão relevante é a sua página para a consulta? É assim que você tem que pensar quando você está desenvolvendo a página.

Pense nessas tarefas como um benefício para o usuário final. Você tem cerca de oito segundos para influenciar um visitante a interagir com seu site. 

Quanto mais interação e engajamento, mais os usuários ficarem mais tempo no site, melhor será a experiência deles.

Se você colocar esforço nessas categorias e estratégias, verá um aumento no tráfego e um aumento na sua presença na pesquisa. 

Depois de entender tudo o que entra em seus esforços de SEO na página, faça uma análise do seu site para ver o desempenho da anatomia da sua página.

Meta Tags

Talvez o aspecto mais importante de seus esforços de SEO na página seja a implementação de tags. 

Alguns não são tão úteis para SEO como eram antes, mas se forem escritos e utilizados de forma otimizada, irão melhorar o seu tráfego.

As metatags são usadas para fornecer aos mecanismos de pesquisa informações sobre sua página. 

Para alcançar classificações elevadas, isso tem a ver com a relevância e a satisfação do usuário, mas a inclusão de metatags personalizadas influenciará os usuários e aumentará sua taxa de cliques.

Tag do título

Existem várias tags na sua página. O mais importante é a sua tag de título. 

O título é o que os usuários veem nos mecanismos de pesquisa para resultados orgânicos e anúncios pagos e para as palavras exibidas na parte superior de cada guia do seu navegador.

A tag de título descreve o que é a página. Ao classificar páginas da web para consultas específicas, o Google analisa a tag de título e a compara com o restante do conteúdo da página.

Se você está trabalhando em HTML, o código da tag title é assim:

<title> Tudo o que você precisa saber sobre SEO on-page </ title>

No entanto, o plugin WordPress SEO da Yoast permite que você crie uma tag de título personalizada dentro da plataforma. 

Mantenha suas tags de título descritivas e curtas. Recentemente, o Google aumentou o limite de caracteres para títulos de páginas para 70 caracteres antes de exibir reticências.

A melhor prática é garantir que você fique abaixo do limite de caracteres para que seus títulos sejam exibidos corretamente.

Use sua tag de título para se destacar de seus concorrentes, apelando aos seus visitantes.

Certifique-se de que todas as informações pertinentes estejam incluídas, incluindo suas palavras-chave e localização para empresas locais.

Embora seja recomendado usar sua palavra-chave central no título, o Google está mudando para relevância e semântica nos resultados. 

Os usuários não clicam cegamente no primeiro resultado, lendo os títulos e as descrições para encontrar a melhor resposta para a consulta.

Meta Descrições

A meta descrição transmite o que os usuários encontrarão na página. Embora não seja um fator de classificação direta, os mecanismos de pesquisa leem as meta descrições para determinar o tópico da página e o público que encontrará valor.

Uma meta descrição bem escrita pode gerar uma vantagem competitiva nos resultados da pesquisa, criando uma taxa de cliques mais alta com maior chance de conversões. 

Embora exista a possibilidade de o Google omitir a descrição personalizada e extrair um trecho do conteúdo da página, é recomendável que você preencha a meta descrição para cada página do seu site.

A melhor maneira de verificar quais páginas estão faltando uma meta descrição é rodar o seu site através do SEO Spider da Screaming Frog . Ele mostra cada URL em seu domínio, a meta descrição e seu tamanho.

No início de 2016, o Google ampliou o tamanho das descrições para computadores e dispositivos móveis. 

Para computadores, os usuários verão até 200 caracteres, enquanto no celular serão exibidos até 172 caracteres. Para apelar aos usuários em ambos os dispositivos, mantenha sua descrição entre 165 e 175 caracteres.

Descreva claramente o que os usuários encontrarão na página. Adicione seu nome de marca e polvilhe em uma ou duas palavras-chave, se elas não forem forçadas. Pense em sinônimos e outros termos que demonstrarão o ponto.

Essa é a primeira interação que muitos visitantes têm com sua marca. Torne-o acolhedor.

Tags de cabeçalho

Sua página de destino ou blog deve incluir várias tags de cabeçalho, desde o h1 até um potencial h6. 

O mais importante é o h1. Você nunca deve ter mais de uma tag h1 em qualquer página. Inclua vários h2’s ou h3’s enquanto os usuários rolam a página. Estes são usados ​​como subtítulos.

Use os títulos para representar as diferentes seções da página. Você notará o impacto tanto do ponto de vista do SEO quanto do ponto de vista da usabilidade.

Categorias
Dicas e Tutoriais

WordPress. Com x WordPress.Org – Qual a diferença?

A coisa toda do WordPress.com contra o WordPress.org é realmente confusa. Para todos.

Primeiramente, e isso precisa ser dito imediatamente, WordPress.org e WordPress.com são dois sites / organizações / soluções web totalmente diferentes.

Em outras palavras, alguém vai lhe dar uma coisa completamente diferente do que a outra.

Eu sei que isso é estranho. Não há muitos casos em que o domínio “.com” de uma marca seja totalmente separado de seu domínio “.org”. 

Estamos acostumados a ver a mesma coisa sob cada extensão de domínio que uma marca pode ter.

Bem, é apenas diferente para o WordPress.

Mas antes de discutirmos as diferenças do WordPress.com com o WordPress.org, vamos ver a parte mais importante do quebra-cabeça:

O que é o WordPress, afinal?

Deixando de lado o mistério .org e .com, vamos falar em WordPress puro por um segundo.

WordPress é o motor de site mais popular de todos eles. É um software que você pode usar como sistema operacional do seu site.

Em outras palavras, o WordPress é para o seu site o que o Microsoft Windows (ou Mac OS) é para o seu computador.

O WordPress é usado em mais de 30% de todos os sites e é capaz de lidar com qualquer tipo ou tamanho de site. 

Embala uma tonelada de recursos e pode ser estendido infinitamente através de temas adicionais (projetos personalizados) e plugins (recursos extras). É realmente a solução perfeita.

Ok, ok, mas quais são as diferenças mais significativas entre o WordPress.com e o WordPress.org?

WordPress.com vs WordPress.org: as principais diferenças

Aqui está uma maneira fácil de memorizar qual é a diferença … basta olhar para a extensão de domínio do WordPress em que você está interessado:

  • org – “.org” significa “organização”
  • com – “.com” significa “comercial”

Com isso em mente, WordPress.org é onde você vai, se você quiser apenas o software WordPress. Você pode obter isso de graça sem perguntas. 

O WordPress é totalmente open source, e uma vez que você o tenha, você pode fazer o que quiser com ele.

Mais comumente, o que você vai fazer com o WordPress é usá-lo para lançar um site. 

Para que isso aconteça, você precisa se apossar de um servidor web e um nome de domínio (o que você precisa cuidar completamente separado do que você recebe do WordPress.org).

O WordPress.com , por outro lado, é um serviço totalmente comercial. É uma plataforma on-line onde você pode se inscrever e criar seu website / blog em um só lugar.

Com o WordPress.com, você não precisa se preocupar com hospedagem, instalação ou qualquer outro aspecto técnico do processo de criação de sites. Tudo é cuidado pela equipe do WordPress.com.

WordPress.com vs WordPress.org em resumo:

  • com

completar a solução de construção de sites tudo-em-um /  não precisa de hospedagem  / domínio opcional /  planos gratuitos e pagos disponíveis  / menos técnicos

  • org

website software /  open source  / free /  bricolage solução  / você precisa de hospedagem e nome de domínio antes de poder lançar seu site /  leva um tempo para passar pelas etapas

Como decidir entre o WordPress.com e o WordPress.org?

Na maioria das situações, o WordPress.org é voltado para aqueles que não têm medo de sujar as mãos e aqueles que querem ter controle total de seus sites. É também a plataforma perfeita para qualquer tipo de site de negócios e projeto profissional.

O WordPress.com, por outro lado, é ótimo para blogs pessoais e sites sem intenção comercial.

Qual é mais barato?

Isso é complicado. Embora a conta básica no WordPress.com seja gratuita, isso não significa que ela sempre será mais barata que o WordPress.org.

Primeiro de tudo, se o que você precisa é apenas um blog básico com possibilidade limitada de personalização – como um blog pessoal – então sim, o WordPress.com é a solução para você.

No entanto, se você precisar de um pouco de personalização, por exemplo, ao executar um site de negócios, o WordPress.com se tornará muito caro para você rapidamente. Seu plano Premium é de US $96 por ano.

Conclusão

Vamos fazer uma última análise:

WordPress.com

  • permite criar um site rapidamente
  • oferece um plano 100% gratuito
  • não te dá controle total do site
  • é extremamente fácil de usar se você não tem muita experiência com sites
  • faz todo o sentido para pequenos projetos pessoais / blogs
  • permite que você escolha apenas um número limitado de temas (designs) e não permite que você crie seus próprios
  • tem possibilidades de extensão limitadas

WordPress.org

  • lhe dá controle total do seu site
  • permite usar um design personalizado
  • não limita as maneiras pelas quais você pode monetizar o site (ótimo para sites de negócios )
  • é incrivelmente personalizável
  • exige que você compre sua própria hospedagem e nome de domínio
  • mesmo que o WordPress seja gratuito, na verdade, o lançamento de um site para o público custará entre US $ 50 e US $ 60 por ano
Categorias
Marketing Digital

5 Dicas Para Vender Mais Em Sua Loja Virtual

Se você você deseja aprender como fazer sua Loja Virtual vender mais, está no lugar certo, neste artigo vamos te dar as 5 melhores dicas para expandir as vendas da sua Loja.

As pessoas nem sempre tomam decisões de forma racional, escutam muito mais suas intuições e, embora muitas vezes inconscientemente, são guiadas por emoções.

Lembre-se de manter essas informações em mente ao desenvolver campanhas de marketing.

Hoje as lojas online ou E-commerces como são conhecidas, é sem dúvidas umas das melhores formas de como ganhar dinheiro na internet.

Nesta postagem, daremos dicas sobre como usar as técnicas de marketing certas para otimizar sua conversão e aumentar suas vendas na loja on-line.

Como Fazer sua Loja Virtual Vender Mais

O objetivo mais importante de como fazer sua Loja Virtual vender mais se baseia na geração de tráfego e no maior número de vendas possível.

Afinal, você vive dos lucros ou lucros que sua loja on-line paga. Nos últimos anos, no entanto, houve uma tendência: o conteúdo está na boca de todos.

Muitas lojas on-line agora operam seus próprios blogs, onde tópicos específicos são explicados com mais detalhes. 

Os clientes são informados e, assim, obtêm um valor acrescentado real ao visitarem a sua loja online.

Assim, o conteúdo pode gerar uma taxa de conversão mais alta e aumentar sua receita. Mas qual é a taxa de conversão?

Traduzido significa volume de negócios ou taxa de conversão. Isso bate na unha na cabeça, porque é isso que importa: a transformação. 

Quantos visitantes de um website realmente se tornam compradores e, portanto, leads, são determinados pela taxa de conversão. 

Para a medição, precisamos de dois números: o número de transações e as visitas. A fórmula é: número de transações / número de visitas x 100.

Quanto maior esse percentual, melhor. Mas a questão que surge aqui é: como alcançar um número alto?

SEO, mídia social, comentários de clientes e conteúdo compartilhado são componentes que influenciam a presença de mecanismos de pesquisa, como o Google

Sua loja online receberá atenção se você oferecer conteúdo relevante para consultas de pesquisa.

Então você só tem que convencer com um design atraente e a compra está quase completa. Uma decisão de compra geralmente leva 3 segundos. Isso é quase nada.

Vamos as dicas de como fazer sua Loja Virtual vender mais:

Dica 1 para vendas on-line: inspire os clientes

O número de compradores on-line está aumentando ano a ano, assim como as pesquisas diárias.

O Google possibilita obter respostas exatas para uma ampla variedade de perguntas. O mercado é bastante orientado para a informação, e é por isso que é particularmente importante abordar o grupo-alvo certo.

A condição é que as pessoas certas encontrem e visitem sua loja online. Portanto, você deve fornecer conteúdo relevante e agregar valor aos clientes.

Portanto, não apenas artigos presentes, mas também respostas úteis ao redor do campo do produto.

Dica 2: Como aumentar as vendas on-line: desenvolva a estratégia de preços certa

Como eu disse, a primeira impressão é a mais importante e influencia tudo o que se segue. Este fenômeno é chamado de “efeito âncora”.

Todo mundo tem uma ideia diferente dos preços dos artigos, essa é sua âncora pessoal. Se você procurar por produtos, receberá ofertas com preços diferentes.

Dica 3: Use psicologia para mais vendas

Você sabia que a sensação de perder ou perder alguma coisa pesa duas vezes mais do que a alegria de receber ou ganhar alguma coisa? Faça uso desse conhecimento.

Na realidade, isso pode ser assim: Um revendedor de carros sempre venderá o modelo com o equipamento opcional integrado mais rápido do que as opções individuais, além do carro padrão.

Se o equipamento opcional já existe, percebemos como uma espécie de perda comprar o carro sem as características.

Na sua loja online, esse fenômeno pode se refletir em ofertas por tempo limitado. Por exemplo, ofereça ações de venda ou sinalize uma falta de produto.

Tão mal quanto possa parecer: criar ansiedade de perda no cliente. Dessa forma, o cliente decidirá rapidamente sobre uma compra e a conversão será bem-sucedida.

Dica 4 para vendas on-line: tenha os custos de envio sob controle

Os custos de envio são um assunto delicado. Inclua este fator bem em sua estratégia de marketing para salvar os clientes da decepção.

61% dos clientes cancelam compras quando o envio envolve custos adicionais. Do ponto de vista do cliente, o frete grátis é, obviamente, a melhor opção.

Para você como varejista on-line, isso claramente tem a desvantagem de margens menores. Então, por que não definir um limite de valor específico e também comunicar claramente, a partir do qual você oferece frete grátis.

O desejo de obter algo de graça é tão forte que os clientes tendem a encher o carrinho de compras até que o valor seja atingido.

O envio gratuito não apenas promove a retenção de clientes ou aumenta as vendas, mas também aumenta as taxas de conversão.

Dica 5: Ofereça descontos para aumentar as vendas da loja online

Considere o caso em que um cliente quer comprar uma nova câmera. Primeiro, ele procura o modelo certo com base em suas necessidades e desejos.

Então ele percebe que uma bateria adicional e uma bolsa não seriam ruins. Você pode explorar esse fato oferecendo acessórios adequados na primeira solicitação de pesquisa.

Com um desconto em todo o pacote, você incentiva os clientes a comprar e leva a uma conversão mais alta.

Concluindo

Se você tem um e-commerce ou uma Loja Virtual, tem que aplicar as dicas e estratégias que ensinamos neste artigo de como fazer sua Loja Virtual vender mais, tenho certeza que suas vendas irão aumentar gradativamente.

Se gostou do artigo ou ficou com alguma dúvida, deixe na seção de comentários abaixo 😉