Categorias
WebMasters

8 Maneiras de Ganhar Dinheiro Jogando Jogos

Você é um jogador habitual? Você joga jogos online regularmente? Se sim, tenho boas notícias: você pode ser pago para jogar. Neste artigo, listei todas as maneiras possíveis de ganhar dinheiro jogando jogos.

Jogar e ganhar dinheiro na internet são as duas coisas às quais ninguém recusaria. E se eu disser que existem maneiras de transformar seu hábito de jogar em uma estratégia para ganhar dinheiro?

O número de jogadores no Brasil está aumentando continuamente. O Brasil tem mais de 67 milhões de gamers, diz a pesquisa; 47% são mulheres.

Se você é um jogador habitual, pode ganhar muito dinheiro com as estratégias certas.

Quer você goste de jogar Need For Speed, Counter-Strike, Pokémon-Go ou Grand Theft Auto, você pode facilmente encontrar métodos que se adaptam às suas escolhas de jogo.

8 maneiras de ganhar dinheiro jogando jogos

Então você está pronto para ser pago para jogar? Aqui está minha lista das melhores maneiras de ganhar dinheiro fácil jogando.

1. Inscreva-se em aplicativos de recompensa

A maneira mais fácil de começar um movimento lateral usando sua paixão pelos jogos é baixando aplicativos que pagam para você jogar. Embora não pague muito em comparação com as outras ideias lucrativas que compartilharemos a seguir, também exige o mínimo de esforço.

Em primeiro lugar, você terá que escolher uma plataforma verdadeira que pague por suas sessões de jogo. A maneira mais segura é ir para aplicativos de recompensa populares que oferecem pequenas tarefas em troca de pontos, dinheiro ou cartões-presente.

Aqui estão alguns aplicativos populares onde você pode ser pago para jogar: Tapchamps, Mist Play.

2. Torne-se um YouTuber

Além de ganhar recompensas com aplicativos de jogos, há muitas outras maneiras de ser pago para jogar em casa. Isto exige mais esforço e dedicação e também é muito mais lucrativo.

Se você é um especialista em jogos, pode postar conteúdo de jogos em seu canal do YouTube e lucrar com isso. Mas, primeiro, você terá que monetizar seu canal para que o tráfego em seu conteúdo possa trazer algum dinheiro vivo.

Depois de ganhar seguidores suficientes, você pode criar conteúdo sobre qualquer tópico de sua preferência em relação aos jogos. Você pode jogar e fornecer análises críticas, orientações e dicas sobre como dominar algum determinado jogo.

Como mencionei antes, existem muitos jogadores novos por aí que adorariam algum conteúdo de qualidade sobre o assunto.

3. Transmita seu Jogo Online

Se você gosta muito de jogar, pode ser que tenham alguns jogos em que você se destaque e seja muito bom.

Se sim, você pode facilmente transmitir seu jogo online em alguma plataforma e há algumas maneiras de lucrar através disso..

Você pode enviar seus vídeos para o seu canal do Youtube, como sugerimos antes, ou você pode transmitir seu jogo no Twitch .

Twitch é uma plataforma online onde os jogadores se encontram e compartilham suas técnicas de jogo, truques e experiências com amigos em todo o mundo.

Você não apenas encontrará um público adequado para o seu streaming neste site, mas também poderá ser pago por isso diretamente através da plataforma.

Para isso, você terá que criar um conteúdo que valha a pena assistir . Você pode tentar dominar um jogo popular, exibindo humor ou uma personalidade envolvente, ou jogando jogos exclusivos.

Para gravar sua jogabilidade, você precisará investir em alguns equipamentos para aumentar a qualidade de seus vídeos.

Na Twitch, você recebe 2,50 dólares por mês para cada inscrito no seu canal, uma vez que você atingiu o estágio de monetização.

É um bom dinheiro para começar a trabalhar se você estiver interessado nesta área. Claro que é necessário um esforço para aplicar isso. Mas, uma vez que você tenha feito isso, você pode tornar os jogos como sua principal fonte de renda.

4. Comece um blog de jogos

Jornalismo de jogos ou blog é um gênero que está ganhando muita popularidade. Existem várias oportunidades neste meio.

Tudo que você precisa fazer é usar seu conhecimento de jogos para ajudar outros com o seu conhecimento e informação.

No entanto, não é tão fácil. Você terá que investir tempo para criar boas descrições e investir financeiramente para criar o seu blog ou site.

Seu blog pode se concentrar em informações sobre um único ou até mesmo em vários jogos. Além disso, você pode dar informações de notícias sobre a indústria dos jogos ou fornecer análises e reviews de produtos de jogos.

Você também pode ganhar dinheiro trabalhando com links de afiliados e até mesmo recomendar equipamentos para jogos, como consoles e outros acessórios, e lucrar anunciando produtos de marca.

Você Deve ter pensado que criar um site pode ser difícil, mas não é, hoje existem várias plataformas que te ajudam na criação do seu site, como utilizar o WordPress por exemplo.

5. Venda sua conta de jogo

Se você já atingiu um grande escalão no jogo, ou até mesmo coletou uma quantidade absurda de itens, experiências ou moedas de jogo?

Você pode ganhar dinheiro online vendendo as credenciais de sua conta para pessoas que desejam. Acredite em mim, há um grande mercado para contas de jogos online.

Não há limite para os tipos de contas de jogos que você pode vender online. Você pode encontrar compradores para tudo, desde jogos de ação a esportes.

6. Rentabilize o seu Servidor de Jogos

Agora, você pode ser pago para jogar videogame em casa se estiver disposto a investir algum dinheiro. Tudo o que você precisa fazer é criar seu próprio servidor de jogo.

Você pode comprar um servidor para hospedar jogos como Minecraft por um preço de hospedagem mensal. 

Além disso, se você é um jogador excepcional, também pode encontrar patrocinadores para o seu servidor. Desta forma, você pode ganhar sem problemas de cada jogador que visita seu servidor.

Você pode até mesmo exibir anúncios em seu servidor e obter lucro sendo afiliado aos anunciantes. 

Apenas certifique-se de ler as diretrizes do jogo corretamente antes de começar.

7. Jogue jogos em teste

Há muitos jogos novos lançados todos os dias. Os desenvolvedores precisam que as pessoas testem seu jogo repetidamente para ver o que falta.

A maioria dos jogos passa por vários estágios de desenvolvimento para ajudar a refinar a experiência, e é aí que você entra.

Os desenvolvedores contratam jogadores para jogar e identificam quaisquer defeitos ou falhas em seus jogos. Com isso, eles podem obter uma opinião honesta do ponto de vista de um jogador e verificar se o jogo funcionará bem para as pessoas.

Como um testador de jogos, você obterá uma lista de aspectos que o desenvolvedor deseja que você observe enquanto joga. É muito simples, mas pode ser cansativo se você jogar por muitas horas.

Veja desta forma: se você estiver testando um jogo de ação como Mortal Kombat, você terá que jogar todos os personagens um contra o outro para ver como eles funcionam. Combinados, isso equivale a quase 8.000 partidas.

Portanto, este trabalho é principalmente para pessoas com boas habilidades de análise e concentração.

Para encontrar shows de teste de jogos, você pode olhar para plataformas como PlaytestCloud ou ErliBird . Aqui, você pode escolher os jogos que deseja jogar e começar a ganhar pelo tempo que gasta.

Além disso, se você quiser ganhar a vida com testes de jogos, pode até se candidatar a uma vaga em empresas de pesquisa de jogos. Mas isso exige mais esforço do que se inscrever em um aplicativo.

Você terá que enviar sua inscrição, comparecer para entrevistas e coletar alguma experiência anterior antes de começar.

8. Afie sua Serra

Uma ótima opção para ser pago para jogar é se tornar um jogador profissional. Isso porque não envolve nada além de dominar sua própria jogabilidade. Mas, para se tornar um jogador profissional, você terá que investir tempo e dinheiro.

E o mais importante: não há uma maneira direta ou diretriz que você possa seguir para se tornar um profissional. Você apenas tem que continuar praticando e ter fé em sua paixão.

Você pode começar participando de competições de jogos online. Por meio dessas competições, você terá uma boa exposição à indústria de jogos e a chance de aumentar seu conhecimento sobre jogos profissionais.

Lembre-se de que você não ganhará todas as competições das quais participa. Você pode não ganhar nenhuma nos primeiros meses de tentativa. No entanto, se você continuar de forma consistente, poderá se tornar um vencedor.

Depois de começar uma sequência de vitórias, você pode se tornar um candidato viável e ganhar a vida jogando.

O caminho é íngreme, mas é uma excelente maneira para quem quer fazer do jogo sua principal fonte de renda .

Considerações finais: maneiras de ganhar dinheiro para jogar

Quem diria que existem tantas maneiras empolgantes de ganhar dinheiro enquanto joga? Resumindo, você pode começar desde jogando em um site de recompensas ou até mesmo ganhar um rendimento com a exibição dos seus jogos.

Depois disso, se você acha que jogar é o caminho que deseja, pode melhorar suas habilidades de jogo e investir em si mesmo para seguir esse caminho.

Lembre-se de que você terá que trabalhar duro e provar seu valor em algum momento para se estabelecer no setor.

Caso contrário, você também pode relaxar, se divertir e ganhar com sua rotina de jogo habitual.

Se tiver dificuldade para escolher uma opção, você pode combinar algumas das estratégias, como blogs e YouTube, para distribuir seu conteúdo de forma mais ampla.

E quando começar a ganhar dinheiro você pode realizar os seus sonhos fazendo um planejamento financeiro.

No final das contas, é tudo uma questão de criatividade e produtividade. O truque é ser consistente. Você está pronto para ser pago para jogar? Boa sorte!

Categorias
WebMasters

Como Aprender a Programar Para Iniciantes

A área da tecnologia vem crescendo cada vez mais, e um dos motivos por isso acontecer, é a capacidade criativa de seus profissionais em resolver desafios.

E também podemos notar isso através do filmes sobre tecnologia.

Um dos segmentos que mais vem crescendo é a engenharia de software, que engloba toda a matéria de desenvolvimento de sistemas.

Quando você está aprendendo programação, é fácil estudar horas e horas em tutoriais que não terá grande relevância para sua carreira. Por isso, é importante ter uma atenção especial para as fontes de seu estudo.

Neste artigo, vamos entender quais são os melhores métodos para aprender programação.

Não há, necessariamente, uma melhor maneira de aprender a programar. Cada método tem seus prós e contras e é o que vamos discutir neste artigo.

No entanto, a maioria dos desenvolvedores tem uma maneira ideal de aprender uma linguagem.

A maioria aprende testando, desenvolvendo por conta própria. Outros preferem ter uma aula, em formato passo a passo.

Portanto, vamos apresentar algumas maneiras comuns de aprender programação.

Aulas presenciais

Assistir a uma programação de aula ou workshop, é a maneira tradicional para aprender a programar.

O interessante de fazer aulas presenciais é que você pode fazer perguntas e interagir com o professor.

Com os exercícios ministrados pelo professor, você também aprende na prática com exemplos do mercado.

O contra é que você não pode voltar a assistir a mesma aula em caso de dúvida.

Para ter algo similar, você terá que fazer suas anotações durante a aula, o que pode te deixar disperso ao conhecimento que está sendo explicado.

Compre um bom livro de programação

Talvez, você possa pensar que a maioria dos livros sobre programação são um método ultrapassado para aprender uma linguagem de programação. Na verdade, é possível ter muita coisa boa e útil com aprendizado de livros.

A maioria dos livros podem ser comprados em lojas virtuais, em formato e-book, ou você pode tê-los entregue a você em forma física.

Com a ajuda de livros, você tem a certeza de que você está recebendo a sua informação de uma fonte confiável e revisada. 

Livros, muitas vezes, são guias completos para o assunto, informando tudo que você precisa saber.

Há uma abundância de livros para cada linguagem de programação. Encontrar um bom livro não será um problema.

Cursos pela Internet

Quando falamos de cursos online, temos certeza de que temos os mesmos benefícios de uma aula presencial, só que com mais vantagens.

Na maioria das vezes, consiste no instrutor gravando sua própria tela, normalmente com uma narração explicando o seu código e o porque foi desenvolvido.

Um bom exemplo é o curso PHP do Zero ao Profissional, que é um curso específico para linguagem PHP, onde o professor Bonieky trata de assuntos específicos de programação PHP.

O bom deste método, é que você conhecerá a maneira correta desde o início, e você pode visualizar as aulas quantas vezes desejar.

Exercícios Práticos

Para quem gosta da prática, este é um jeito de aprender fazendo. E, assim como qualquer outro método, tem seus prós e contras.

Aprender fazendo, você estará criando códigos rapidamente, no entanto, sem uma base forte para desenvolver sistemas fora do proposto, o que pode diminuir sua criatividade na resolução de problemas.

Conclusão

A maioria dos desenvolvedores têm a sua forma preferida de aprender, mas isso não significa que você tenha que concordar com eles.

A verdade é que a área de desenvolvimento de software é enorme, e requer que o profissional se adapte as necessidades do mercado.

E por isso, você terá que estudar bastante para aprender como ser um programador de sucesso.

Cada forma tem seus prós e contras, e você é bem-vindo para fazer a sua própria escolha e decidir o que é melhor para você. Não há resposta certa ou errada. Se ficou alguma dúvida, deixe um comentário abaixo.

Categorias
WebMasters

COMO ESCOLHER O MELHOR PLANO DE HOSPEDAGEM DE SITES

Portanto, você determinou que precisa de hospedagem de sites e pode até ter escolhido quem deseja que seu provedor seja, mas agora precisa escolher um pacote de hospedagem e não sabe por onde começar.

Quando se trata de hospedagem de sites, escolher um provedor é uma das decisões mais importantes que você pode tomar, mas depois de decidir por um provedor, descobrir qual pacote de hospedagem de sites é melhor para você pode ser um grande desafio.

Antes de abordarmos qual pacote de hospedagem de sites é mais adequado para suas necessidades, vamos revisar rapidamente o que é hospedagem de sites.

O que é uma Hospedagem de Sites?

A hospedagem de sites é essencialmente um lugar para o seu site morar. Um serviço de hosting armazena o seu site e todos os seus arquivos e dados importantes em um servidor que disponibiliza, que possibilita a conexão necessária para que os visitantes possam acessar o seu site pela internet.

Sem o servidor fornecido pelo seu serviço de hospedagem, ou o endereço usado para acessá-lo, ninguém jamais conseguiria encontrar ou visualizar o seu site na Internet.

Diferentes tipos de planos de hospedagem de sites

O primeiro passo para quem escolhe um pacote de hospedagem de sites é se familiarizar com os diferentes tipos de pacotes de hospedagem disponíveis, bem como quais as vantagens ou desvantagens de cada um.

Embora todos os pacotes de hospedagem forneçam o servidor e a conexão de que você precisa para hospedar seu site, eles não são todos iguais.

Hospedagem Compartilhada

A hospedagem compartilhada tem seus benefícios e é o pacote de hospedagem perfeito para novos usuários e aqueles que não precisam de uma grande quantidade de recursos. Normalmente a mais acessível de todas as opções de hospedagem, uma conta de hospedagem compartilhada na web existe em um servidor físico que pode hospedar até centenas de outros sites, todos os quais compartilham os mesmos recursos limitados, como espaço em disco, largura de banda e dados.

Acessível e bom para iniciantes, a hospedagem compartilhada é uma boa opção para fazer seu site decolar, mas pode ser problemático por vários motivos.

Um dos motivos é que os recursos compartilhados significam que seu site pode não ter os recursos de que precisa para carregar rapidamente para os visitantes quando outro site em seu servidor compartilhado está tendo tráfego intenso.

Outro motivo é a segurança do site e o possível tempo de inatividade. Se algum dos outros sites em seu servidor compartilhado abusar de recursos compartilhados, seu site pode ser afetado.

Hospedagem de servidor virtual privado (VPS)

A hospedagem VPS é o próximo passo em relação à hospedagem compartilhada e, como a hospedagem compartilhada, um servidor VPS hospeda vários sites na mesma máquina. A grande diferença com a hospedagem VPS é que todos os sites no servidor recebem uma determinada quantidade de recursos. Portanto, enquanto você ainda está compartilhando recursos em um plano VPS, não há ameaça de outro site ou o tráfego de outra pessoa causando problemas de desempenho para seu site.

Hospedagem de servidor dedicado

A hospedagem dedicada é uma ótima opção para quando o VPS não estiver mais funcionando. Com um espaço de servidor inteiramente seu, a hospedagem dedicada significa que seu site é o único na máquina e todos os recursos do servidor são totalmente dedicados ao seu site. Os servidores dedicados são fáceis de personalizar e podem até ser configurados para hospedar vários sites no mesmo servidor para usuários que gerenciam vários projetos.

Hospedagem WordPress

A hospedagem WordPress é semelhante à hospedagem compartilhada. A principal diferença, entretanto, é que seu site WordPress compartilhará um servidor exclusivamente com outras instalações do WordPress. Tanto o seu serviço quanto o suporte são adaptados aos recursos específicos do WordPress e as soluções são otimizadas para maximizar o desempenho do WordPress.

Depois de revisar os diferentes tipos de pacotes de hospedagem disponíveis, a próxima etapa é identificar e estabelecer suas necessidades.

Estabelecendo suas necessidades de Hospedagem de Sites

Qual pacote de hospedagem de sites é melhor para você é amplamente decidido com base no nível de recursos que você acredita que precisará para executar seu site com eficácia.

Ao estabelecer as necessidades de hospedagem do seu site, há vários fatores que você deve considerar. Abaixo estão alguns dos itens mais importantes que você deseja avaliar ao começar a fazê-lo.

Quantidade de visitantes / tráfego

Possivelmente, a coisa mais importante que você deseja levar em consideração é a quantidade de tráfego que você prevê que seu site receberá. Alto tráfego sem os recursos certos pode levar a tempos de carregamento extremamente lentos para os visitantes, e tempos de carregamento lentos comprovadamente intimidam os clientes.

Quantos usuários visitam seu site por dia? Por mês? Responder a essas perguntas é a primeira etapa para determinar os recursos necessários para hospedar seu site com eficácia.

Escalabilidade

Por definição, escalabilidade é a capacidade de ser alterado em tamanho ou escala. O seu plano de hospedagem de sites permite escalabilidade à medida que sua empresa cresce? Você precisa de acesso rápido a mais recursos se ficar maior ou seu pacote será adequado para crescimento? Se você planeja expandir sua empresa ou negócio, a escalabilidade é um fator extremamente importante a ser considerado ao escolher um pacote de hospedagem.

Preço

O dinheiro quase sempre é um fator nas decisões de negócios, e escolher um pacote de hospedagem não é exceção. Você pode adorar a ideia dos recursos dedicados, mas só tem um orçamento para hospedagem compartilhada. Você está mais preocupado com preço ou desempenho?

Ao considerar o preço, é aconselhável verificar qual pacote de hospedagem oferece o melhor retorno para seu investimento.

Recursos do plano de hospedagem

Espaço em disco, largura de banda, opções de suporte. Esses são apenas alguns dos recursos a serem explorados ao examinar planos de hospedagem. Decidir quais recursos são importantes para você e escolher um plano que tenha os recursos que você deseja e saiba que você usará proporcionará uma melhor experiência de hospedagem.

Limitações

Quase todos os planos de hospedagem terão limitações de uma forma ou de outra, e superar as limitações pode ficar caro rapidamente. Quais limites são uma preocupação? Que não são? É importante entender os limites do seu plano de hospedagem e, se você acha que pode ultrapassá-los, um pacote de hospedagem escalável pode ser adequado para você.

Garantia de reputação / satisfação da empresa

A empresa que fornece seu plano de hospedagem garante seu produto? Existe uma garantia de satisfação ou devolução do dinheiro? Nem todos os pacotes são feitos da mesma forma, para garantir que você esteja satisfeito com sua compra. Algumas empresas podem ter uma atitude “o que você paga é o que você recebe”, enquanto outras oferecem uma garantia de 90 dias em seus produtos de hospedagem para garantir que, depois de comprar um produto, você não experimente nenhum remorso do comprador.

Apoio, suporte

Em algum momento de sua experiência de hospedagem, você provavelmente precisará de ajuda com alguma coisa. Quando você precisa de ajuda, que nível de suporte pode esperar de seu plano de hospedagem? Você deve esperar uma resposta apenas durante o horário comercial normal? Ou você pode esperar uma resposta 24/7/365.

Locais do servidor

Você pode não saber disso, mas os locais do servidor podem afetar bastante o desempenho do seu site. Descobrir onde estão as localizações dos servidores de uma empresa pode ajudá-lo a prever quaisquer problemas de desempenho ou velocidade ao longo da linha. Pode ser aconselhável procurar uma empresa que armazena seus servidores em Internet Exchange Points (IXP). Isso garante que seu site terá alguns dos tempos de resposta mais rápidos do setor.

Construtor de sites

Ao pesquisar serviços de hospedagem de sites, outra coisa que você pode querer considerar é se eles têm ou não um construtor de sites. Se você está apenas começando a lançar seu negócio online, talvez ainda precise construir um site, portanto, um criador de site integrado pode ser uma grande vantagem.

Depois de se familiarizar com os fatores que você deseja levar em consideração, passe algum tempo determinando quais são seus requisitos de hospedagem.

Escolha de um plano de hospedagem

Depois de definir seus requisitos de hospedagem, escolha um plano que atenda às suas necessidades e experimente. Pode não haver uma resposta correta exata, mas a maioria das empresas ficará feliz em ajudá-lo a atualizar seu pacote de hospedagem se você achar que precisa de mais recursos.

Escolher o pacote certo de hospedagem de sites é uma parte crítica da presença e do desempenho online do seu site, e há muitos fatores a serem levados em consideração ao tomar sua decisão.

Sua melhor aposta é se informar sobre os diferentes tipos de hospedagem, estabelecer quais são suas necessidades de hospedagem e encontrar um plano que você acha que melhor se adapta às suas necessidades atuais, permitindo-lhe algum espaço extra para quando você inevitavelmente começar a crescer.

Em última análise, seu pacote de hospedagem de sites não deve importar tanto quanto com quem você escolheu hospedar seu site. Se você escolher um bom provedor de hospedagem de sites, eles trabalharão com você para encontrar a solução perfeita para suas necessidades individuais de hospedagem.

Mais em: https://hospedagemdesites.wiki.br/cupom/godaddy

Categorias
WebMasters

Como Organizar um Hckathon

Quer saber como organizar um hackathon?

Você sabia que um Hackathon pode ser uma porta de entrada de excelentes programadores e profissionais de TI para a sua empresa ou simplesmente para fazer com que uma de profissionais em busca de soluções para a sua empresa.

Através de um evento de Hackathon você reúne centenas de profissionais de TI, em geral, desenvolvedores e programadores para resolver um problema específico da sua empresa.

Saber criar um evento dessa natureza é desafiador, mas pode trazer grandes benefícios para a sua organização.

Então para te ajudar a colocar essa estratégia em prática, vamos listar as melhores dicas para fazer desse evento um sucesso.

Antes de passar as dicas pra você, entenda o que significa esse termo. Hackathon nada mais é do que um nome em inglês que foi abrasileirado e sua tradução significa maratona de programação.

Como organizar um Hackathon?

Saber como organizar um hackathon pode determinar o sucesso ou fracasso da sua empresa com essa estratégia para atrair novos profissionais de tecnologia ou para resolver um problema relacionado a TI da sua empresa.

1. Defina o objetivo do evento.

O primeiro ponto de atenção para organizar um hackathon é saber o objetivo deste evento. A partir disso definir um conjunto de regras de acordo com o objetivo.

Desta forma a empresa irá propor desafios para que os participantes desenvolvam soluções inovadoras para implementar melhorias ou soluções completas para o problema em questão.

Os desafios são variados de acordo com o nicho da empresa, que podem ser desde gestão, logística, produtividade e financeiros e serem resolvidos através do desenvolvimento de softwares, aplicativos, sistemas e até novos modelos de negócio.

2. Estabeleça Regras

Limite o uso de softwares pagos que tragam algum tipo de vantagem perante às demais equipes


Utilize pelo menos uma ferramenta do Google para desenvolvedores em seu hackathon;

Defina um tamanho de time mínimo e máximo para manter a igualdade entre as equipes. 

Escolha se as equipes terão a opção de divulgar ou não seus projetos, isto é, se serão privados ou públicos aos demais participantes.

Lembre-se que o mais importante é conseguir observar as habilidades dos profissionais em suas áreas e capacidade de resolver problemas complexos para a sua empresa.

3. Local do evento


Ao determinar qual o local escolhido para o hackathon, avalie o espaço e facilidade de acesso das equipes durante a entrada e saída do evento.

Escolher um local tenha um visual agradável vai ajuda a estimular a criatividade das equipes.

Além disso, o ambiente deve possuir boas acomodações, mesas e cadeiras bem confortáveis para que nada tire o foco dos participantes.

Tenha um equipe de apoio completa


Para garantir a boa condução e organização do evento, é imprescindível que a equipe de apoio conte com uma equipe com profissionais variados, como programadores, para ajudar nas implementações iniciais dos projetos, além de pessoas que forneçam alimento e água para as equipes. 

4. Estrutura para o hackathon

Toda a estrutura do evento deve ter como prioridade a interação entre os participantes e a produtividade, para garantir que as melhores soluções possam ser desenvolvidas pelas equipes. Além disso, é fundamental cuidar de questões comuns importantes:

Para organizar a estrutura do hackathon, é preciso providenciar itens como:

  • Definição da agenda do evento ;
  • Realizar o credenciamento e check in dos participantes;
  • Distribuição de kits promocionais (camiseta do evento e mousepad,por exemplo);
  • Iluminação adequada;
  • Muitos pontos de energia;
  • Internet de alta velocidade (a cabo e Wi-Fi);
  • Computadores e notebooks;;
  • Espaço para descanso nos intervalos.

Também é interessante oferecer cadernos, lápis, e canetas aos participantes para eventuais rascunhos e anotações.

5. DIVULGAÇÃO DO EVENTO

Já que o público alvo participante do evento é tecnológico, nada melhor que a divulgação do evento seja feita através da internet para que consiga atrair o número satisfatório de interessados em participar do hackathon e se possível com os melhores dessa área.

Veja as melhores formas de divulgar o seu evento:

Redes Sociais: use as principais redes como Instagram e Facebook. Você poderá fazer um post patrocinado através de influenciadores digitais de tecnologia ou fazer anúncios no Facebook Ads.

Divulgue em Fóruns de programação ou de softwares e aplicativos.

Recomendamos inclusive que veja mais estratégias de marketing digital para divulgar melhor o seu evento.

Tenha uma equipe para avaliar os projetos

É recomendado que seja divulgado os critérios de avaliação do hackathon.

Divulgue isso para que os participantes chegam mais preparados e focados para os critérios que possuam maior pontuação no projeto.

PREMIAÇÃO

Participar de um hackathon é muito desafiador e gratificante, mas também pode ser cansativo. Por isso, para dar uma dose maior de motivação aos participantes, nada melhor do que oferecer prêmios bastante atrativos para recompensá-los pelo trabalho árduo!

Além de brindes e sorteios, é recomendado oferecer prêmios em dinheiro ou em equipamentos eletrônicos de ponta. Lembrando que esses profissionais são apreciadores de tecnologia. E para isso, você pode contar com lojas especialistas em tecnologia como a Kabum.

Espero que você consiga criar um evento incrível.

Categorias
WebMasters

Qual a Diferença entre um Webdesigner e um Desenvolvedor Web?

O serviço de criação de sites pode ser feito tanto por webdesigner, quanto por um desenvolvedor web, duas atuações que parecem a mesma coisa.

No entanto, se formos analisar de perto descobrimos que não é bem assim. Isso porque apesar de ambos poderem assumir esse tipo de projeto, cada um deles possui uma especialidade.

Ao longo deste artigo iremos analisar um pouco mais sobre o trabalho de cada um destes e a sua importância na criação de sites profissionais, confira.

Webdesigner vs. Desenvolver Web

Quem busca por um serviço de criação de sites, muitas vezes se depara com ambos esses profissionais que podem realizá-lo.

Mas, você sabe exatamente o que faz um webdesigner e um desenvolvedor web. A seguir, irei falar um pouco mais sobre cada um deles e suas funções relacionadas a esse serviço.

  • Webdesigner: esse profissional que é, hoje, bastante conhecido é o responsável pelo desenvolvimento estético de projetos. Ou seja, é a mente criativa por trás dos layouts, disposições, elementos e todo aspecto visual que compõe um site. Existindo assim, diferentes tipos de profissionais tal como o UX que se volta a experiência do usuário e é cada vez mais necessário. Isso porque, hoje, esses são aspectos importantíssimos para o ranqueamento nos grandes buscadores. Portanto, um profissional desses cria plataformas com design otimizado para navegações sejam elas convencionais ou mobile.

    Além dele, existem webdesigner gráfico e UI (interface do usuário), por exemplo. A função destes profissionais é a de criar sites agradáveis, personalizados e únicos, atendendo as necessidade do projeto de seu cliente. Sem deixar de lado, a importância de criar um ambiente amigável e atraente ao seu público-alvo;

  • Desenvolvedor web: conhecidos ainda como web developer, aqui estamos falando de um profissional que ao contrário do anterior, precisa se aprofundar mais na linguagem de programação. Isso porque sua atuação é muito mais técnica e lógica, exigindo deles uma visão objetiva e analítica. Aqui, sua função na criação de sites profissionais é a de construir uma estrutura alinhada ao projeto mais gráfico, aquele que o webdesigner costuma criar.

    Ou seja, ele não foca no visual de um site e sim, nos seus aspectos relacionados a configurações. Sendo chamado assim de desenvolvedor back-end. Mas, existem ainda o front-end que atua de forma mais semelhante ao webdesigner, já que ele foca na experiência do usuário, na questão da interatividade e outros aspectos visuais.

Qual a diferença entre ambos?

Podemos dizer, então, que a maior diferença entre os profissionais é que o primeiro possui um trabalho mais gráfico e artístico.

O que faz com que eles nem mesmo se aprofundem muito na linguagem de programação. Enquanto o segundo, precisa ter essa noção, pois, lida com aspectos mais complexos.

Tal como as configurações, códigos e dados envolvidos na construção de um site, que se mostram mais lógicos e técnicos.

Portanto, o mais adequado é investir em serviços que contem com a atuação de ambos os profissionais.

O serviço de criação de site para empresas, assim como para pessoas físicas requer experiência. Esses profissionais, estudam e tem experiência de anos de mercado.

Agência consolidadas no mercado oferecem ótimos serviços, assim como freelancers, mas existe também empresas que atuam no mercado há menos tempo que dispõem de um orçamento mais atraente, então, é preciso entender a necessidade e o capital para contratar o serviço ideal para você.

Uma vez que, um possui uma linguagem muito mais técnica e essencial a estrutura do site. Enquanto outro, se volta a questões visuais que geram:

  • Personalização;
  • Atração;
  • Harmonização.

Ainda possui alguma dúvida sobre este assunto? Deixe-a nos comentários para que possamos lhe ajudar!