O programador sempre está na lista das profissões do futuro.  Saiba agora como ser um programador e ter sucesso nessa área.

O profissional dessa área é muito importante para as empresas que têm sites, aplicativos ou outros tipos de sistemas. 

Neste artigo, vamos mostrar o que faz um programador, como ser um bom programador, onde trabalha um programador, como conseguir emprego como programador, entre outras informações. 

Quer descobrir uma nova carreira desafiadora e cheia de oportunidades? Então, continue lendo este artigo e surpreenda-se com cada detalhe. 

O que faz um programador? 

O programador é fundamental para qualquer empresa. Ele é responsável pela área de Tecnologia da Informação (TI) e informática. 

O profissional tem como missão escrever códigos, comandos e instruções. Para isso, ele usa as linguagens de programação com o objetivo de criar programas, softwares e aplicativos. 

Na prática, o programador cria o projeto, desenvolve e experimenta todos esses sistemas para avaliar a sua eficiência. 

É fundamental deixar claro que ele sugere várias correções para que o projeto funcione da melhor forma, garantindo uma boa experiência para o usuário. 

A carreira de um programador é bastante ampla. Para se ter uma ideia, ele pode criar sites, aplicativos e redes sociais. 

Além disso, o programador pode trabalhar com códigos em áreas que não são digitais como: indústrias e prestadoras de serviços. 

Como ser um bom programador? 

Uma pessoa que deseja ser um programador não precisa ter um ensino superior no currículo.

Claro, ele é muito importante na hora da contratação. No entanto, não é obrigatório. 

O lado positivo é que você pode encontrar várias instituições com ensino online e presencial. 

No mercado, também há diversas certificações para potencializar os seus conhecimentos e se destacar da concorrência. 

Geralmente, a graduação oferece um conteúdo teórico e prático para os seus alunos. 

Os cursos mais comuns entre os programadores são: Sistemas da Informação, Análise de Sistemas e Ciência da Computação. 

O profissional deve ser fluente em inglês técnico. Isso é muito importante porque a maioria das linguagens de programação não estão em português. 

O programador precisa ter ainda outras habilidades. 

Conheça abaixo cada uma! 

Raciocínio lógico 

A primeira habilidade da nossa lista é o raciocínio lógico. 

O profissional tem como tarefa solucionar os problemas com o auxílio de códigos. Se ele não tiver uma visão sistêmica, provavelmente, terá dificuldades para lidar com os primeiros gargalos. 

Algumas pessoas não têm facilidade com esse tipo de habilidade. Uma dica é fazer alguns cursos online para aperfeiçoar o conhecimento. 

Autodidata 

Outra característica importante para um programador é ser autodidata. 

Todo programador deve ter habilidade para aprender algumas técnicas sozinho. 

Os cursos são fundamentais em sua carreira. Eles ajudam nos primeiros passos e em alguns detalhes. 

No entanto, o autodidata consegue descobrir informações valiosas para a sua empresa. 

Resolução de problemas 

Se você não gosta de resolver problemas, está na profissão errada. Isso porque 80% da rotina do programador é resolver os gargalos da organização. 

O programador não pode ser metódico. Ele precisa pensar fora da caixa para solucionar os problemas da melhor forma. 

Bilingue 

Já falamos sobre o quanto o inglês é importante para o programador. Vamos aprofundar mais sobre esse assunto? 

O inglês é essencial nessa área porque os livros americanos são mais completos que os livros do nosso país. 

Não estamos criticando a qualidade do material brasileiro. Pelo contrário, existem bons autores. 

No entanto, os livros americanos são mais avançados, permitindo que o seu conhecimento vá além do básico. 

Sede de conhecimento 

O programador nunca pode parar de aprender. 

Ele deve ler, pesquisar sobre o assunto, investigar se aquilo é verdadeiro, desvendar mistérios e até duvidar de algum dado. 

Aos poucos, perceberá que ainda falta muito conhecimento para adquirir em sua carreira. 

Neste tópico, vale mencionar ainda a importância de participar de eventos da área. Eles são ideais para conhecer novos profissionais e compartilhar experiência. 

O Hackathon é um dos mais conhecidos. Ele reúne profissionais de diversas áreas como programadores e designers. 

Responsabilidade e ética 

O programador não pode se esquecer de ter responsabilidade e ética durante a sua carreira. 

O programador costuma lidar com várias informações importantes e sigilosas da empresa. 

Por isso, nunca pense em fazer algo errado ou vazar essas informações. 

Geralmente, os profissionais que tomam esse tipo de atitude não conseguem fazer parte de uma empresa que seja referência no mercado. 

Onde trabalhar como programador? 

As previsões para a carreira de programador são as melhores. A medida que a tecnologia cresce no mundo, a demanda por esse profissional aumenta na mesma proporção. 

O programador pode encontrar oportunidades em ótimas empresas para diversos cargos. 

  • Programador júnior, Analista de Sistemas;
  • Programador Java;
  • Programador PHP;
  • Programador WEB; 
  • Programador C#; 
  • Desenvolvedor pleno. 

O profissional pode encontrar trabalho também em hospitais, indústrias e bancos. 

Nessas empresas, o programador pode criar sites, aplicativos para aparelhos móveis, além de jogos para computadores, celulares, videogames e internet. 

O programador é responsável ainda pelo banco de dados, fazendo a coleta, pré – processamento e análise. 

Como conseguir emprego como programador? 

O programador deve seguir alguns passos para conquistar uma vaga na empresa dos seus sonhos. 

Defina um alvo 

Primeiro, você deve determinar a empresa alvo. Conheça o modelo de negócio, a operação e outros itens importantes. 

Depois, busque saber mais detalhes sobre a cultura e as ferramentas que são utilizadas na rotina. 

Assim, será mais fácil de encontrar a empresa que tem mais ligação com o seu perfil. 

Uma dica interessante é criar uma lista com as organizações da sua preferência para fazer estratégias mais segmentadas. 

Estude tudo sobre a empresa 

Agora você deve estudar a tecnologia da empresa. 

É importante ter um conhecimento amplo sobre o assunto para fazer a melhor escolha e ter sucesso no processo seletivo. 

Inclua um projeto em seu portfólio 

Por fim, comprove a experiência em algum projeto importante. Esse tipo de comportamento traz mais credibilidade para a sua marca pessoal. 

O mercado está cheio de oportunidades para os programadores. Eles não querem um profissional que entenda somente de códigos e programação. Os recrutadores buscam aquelas pessoas com visão sistêmica e que saibam da sua responsabilidade em uma empresa. 

Para enviar seu comentário, preencha os campos abaixo:

Deixe uma resposta

*

Seja o primeiro a comentar!