Com a popularização da internet, os usuários passaram a consumir muito mais conteúdo em uma velocidade muito maior, mas será que o seu site está atendendo a esta demanda ou será que ele já está ultrapassado?

Fazer essa análise é muito importante para que você saiba se está conseguinte atingir e oferecer uma boa experiência para os usuários, pois caso não esteja, eles provavelmente irão buscar por outra opção, que será o seu concorrente.

É fundamental que você consiga criar um site atrativo, responsivo, atualizado e com um design agradável.

Além disso, como qualquer tipo de estratégia, é importante que o seu site seja atualizado periodicamente para que assim seja possível manter o crescimento estável. Isso faz com que o seu site sempre aparente ser novo, fazendo com que você se torne referência no mercado.

No entanto, quando falamos em sites e marketing digital, muitas novidades surgem constantemente e pode ser um pouco difícil acompanhá-las e assim saber se o site já está ultrapassado.

Pensando nisso, separamos os 7 principais indicativos de que seu site está ultrapassado para que você possa avalia-lo e atualizar o que for necessário. Confira!

Como descobrir se um site está ultrapassado

Em quanto tempo um site pode ficar desatualizado? Essa dúvida é muito comum, porém não existe um tempo definido.

Mesmo existindo uma estimativa de 1 a 2 anos para um site ficar ultrapassado, esse tempo pode ser diferente de acordo com as atualizações, sendo necessário o atualizar muito antes deste período.

O seu site pode estar ultrapassado se:

1- Não é responsivo:

se o seu site não está preparado para ser visualizado na tela de celulares, logo ele não está proporcionando uma boa experiência para o usuário e ele desistirá de acessá-lo. Além disso, o seu site será considerado de má qualidade. Isso acontece porque o acesso a internet através de celulares vem se tornando cada vez maior.
As pessoas buscam cada vez mais por facilidades para o dia a dia na tela de smartphones, como pagar contas, realizar compras, fazer meditação, controle financeiro, transferências, e muito mais! Ou seja, o seu site precisa ter um design responsivo, que significa adaptar o site para diferentes tamanhos de tela.

2- Não atualiza a identidade visual:

Com o tempo, é normal que empresas precisem atualizar as suas estratégias para conseguir aumentar o seu futuramente. Às vezes, o foco passou a ser diferente, o público-alvo já não é mais o mesmo, a comunicação precisou ser adaptada, entre outros fatores.

Todas essas mudanças estão relacionados a identidade visual do seu negócio, sendo necessário realizar algumas alterações. Imagine que em um momento o seu público-alvo prefere uma comunicação mais formal, mas depois você descobre que o que realmente converte vendas, é um design mais divertido e jovem? Lembre-se de que o site funciona como o cartão de visitas online do seu negócio.

 3- As páginas recebem poucas visitas:

Esse indicativo pode acontecer devido a diversos fatores, mas o principal deles é a desatualização ou ausência de SEO. Ter uma boa estratégia SEO definida é essencial para que o seu site ganha destaque nos resultados de busca em sites de pesquisa, como o Google.

Se o seu site não está de acordo com as regras definidas pelo Google, logo ele não aparece nos primeiros resultados de uma busca que é feita pelos seus potenciais clientes. Além disso, pode ser que seja necessário que você faça algum investimento em Links Patrocinados para destacar o seu site. Tudo isso deve ser muito bem avaliado e definido, afinal de contas, você precisa saber o que realmente está dando certo ou errado nas páginas para melhorá-las.

4- Não segue a mudança de comportamento dos consumidores:

Os consumidores estão cada vez mais presentes na internet realizando buscas diariamente e várias vezes durante o dia. O comportamento dos usuários está em constante mudança, assim como a internet.

A geração atual está se tornando mais exigente e buscando por opções que realmente sejam de qualidade e que ofereçam soluções para problemas, e a tendências é que isso se torne cada vez maior com as próximas gerações.

5-    Não está interligado com as redes sociais:

Se o seu negócio não tem redes sociais, provavelmente você está perdendo muitas vendas e posicionamento no mercado. Caso já tenha, é importante que você faça uma conexão entre o site.

Além de utilizar os ícones apontando para as redes sociais, você também pode fazer com que publicações das redes sociais apareçam nas páginas, incentivando que os usuários do seu site também às acessem.

6- Não proporciona uma boa navegação:

Essa questão também está envolvida com o SEO, mas merece destaque. Se o seu site não tem um bom carregamento de página, não deixa as informações claras e é confuso de se utilizar, logo ele não oferece uma boa navegação para o usuário.

Lembre-se de que o mercado é muito competitivo, principalmente quando falamos em internet, que o consumidor pode encontrar diversas opções de empresas em questões de segundos. O seu site precisa fazer com que os visitantes tenham vontade de permanecer nele e acessar o máximo possível de conteúdo.

7- Não tem um blog com conteúdo de qualidade:

O primeiro passo é ter um blog, caso o seu site não tenha, isso já pode ser um mau sinal. No entanto, se ele já tem um blog, é essencial que ele tenha um conteúdo atualizado e de qualidade.

Além de ajudar com o posicionamento em resultados de busca, seguindo as regras de SEO, o blog com conteúdo interessante também atrai os visitantes e faz com que eles queiram voltar, já que passam a considerar a sua empresa como referência e autoridade no mercado.

Como evitar que o seu site fique ultrapassado

Agora que você já sabe quais são os indicativos de que seu site pode estar ultrapassado, está na hora de avaliar se realmente ele possui essas desatualizações e como resolver esses problemas.

Se você está com dúvidas, ou não sabe por onde começar a atualizar o seu site, é muito importante procurar por empresas que criam site, mas que também sejam reconhecidas no mercado, assim você tira todas as suas dúvidas e terá certeza de que deixará o seu site em boas mãos! 

Artigo escrito por Paula Nogueira, co-fundadora da escola de francês Percursos Idiomas

Para enviar seu comentário, preencha os campos abaixo:

Deixe uma resposta

*

Seja o primeiro a comentar!