A virtualização trouxe vários benefícios para as empresas: custos operacionais, escalabilidade operacional, disponibilidade de recursos, segurança de dados, entre outros. 

Quer conhecer outros impactos da virtualização para a sua empresa? 

Neste artigo, vamos abordar as principais informações sobre virtualização. 

Você saberá quais são os tipos de virtualização que existem, qual é o seu conceito e os benefícios para qualquer negócio. 

Continue lendo este artigo e tire todas as suas dúvidas! 

Afinal, o que é virtualização? 

A virtualização foi criada para trazer facilidade para as empresas. Na prática, ela permite que vários computadores sejam utilizados em apenas um aparelho. 

A virtualização ajuda a sua empresa a reproduzir com eficiência as atividades de outros sistemas operacionais, sem prejudicar os processos que são desenvolvidos atualmente. 

Em outras palavras, você pode utilizar interfaces, softwares e várias soluções em um único computador ou servidor. 

A virtualização tem o poder de otimizar o seu tempo, pois consegue trabalhar com aqueles recursos computacionais que não eram utilizados com muita frequência. 

Outra vantagem é que a virtualização traz bastante economia para a sua empresa, uma vez que não é necessário investir em diversos sistemas, mas somente em um que integra todas as funcionalidades. 

Quais são os benefícios da virtualização?

Existem diversos motivos pelos quais uma empresa deve investir na virtualização. 

Agilidade 

A virtualização tem o poder de agilizar e flexibilizar os processos que demandam muito tempo e recursos da sua empresa. 

Você não precisa executar diversas implementações na infraestrutura da sua empresa. É necessário apenas acrescentar os recursos ao contrato que foi feito com o provedor. Dessa forma, é mais fácil adquiri-los ou eliminá-los sem muita burocracia. 

Segurança da informação 

Foi-se o tempo em que era necessário ter vários servidores internos, cada um armazenando um sistema operacional. Agora, o processo é mais moderno e eficiente. 

Esse cenário é muito importante para qualquer empresa, pois diminui os riscos de vazamento dos dados corporativos. 

A virtualização de dados recupera as informações com mais facilidade quando ocorre problemas como ataques ou falhas no sistema, pois os recursos virtualizados não são armazenados na empresa.

Além disso, os dados são protegidos com camadas mais fortes de proteção. 

Redução de gastos 

A virtualização de dados também afeta no orçamento da sua empresa. Os custos são mais econômicos se comparado aos sistemas que são utilizados atualmente. 

O processo de implementação e gestão dos recursos virtualizados são mais práticos, já que o provedor tem mais cuidado com as questões técnicas e com a manutenção. 

Diante desse cenário, você não precisa investir em uma equipe interna e nem ter uma preocupação extra com uma infra robusta. 

Afinal, o seu capital será investido somente naquilo que se utiliza. 

A redução de custos também ocorre na empresa por outro motivo. 

O empresário não precisa comprar vários equipamentos internamente. Logo, a uma redução de gastos com energia elétrica. 

Sem dúvidas, a virtualização é uma estratégia mais barata não só a curto, mas também a longo prazo. 

Rotina de trabalho mais estratégica 

A virtualização também altera a rotina dos profissionais de tecnologia da informação. Eles têm um papel mais analítico e consultivo. 

Essa mudança surge porque a equipe de tecnologia não exerce funções somente como técnico, que devem manter os recursos funcionando sem problemas. 

Nesta nova dinâmica, os profissionais de TI têm mais tempo disponível para cuidar da estratégia e criar novas soluções e serviços para a empresa. 

A virtualização consegue ainda trazer relatórios e métricas que comprovam os motivos pelos quais a área precisa de mais investimentos. 

Isso é muito importante, especialmente nas reuniões com a diretoria, pois eles não têm conhecimento sobre o assunto. 

Sistema mais eficiente 

Todo mundo sai ganhando com a virtualização na empresa: a equipe de tecnologia da informação e os usuários. Afinal, o sistema não terá mais problemas com indisponibilidade. 

Outro ponto positivo é que os colaboradores conseguem utilizar o sistema trabalhando em casa ou de qualquer lugar do mundo. Para isso, basta ter um computador com acesso à internet e autorização para trabalhar com as aplicações. 

Por fim, é importante garantir que os profissionais que irão tralhar remotamente, mantenham um alto nível de produtividade.

A virtualização pode ainda otimizar os processos da sua empresa. Todas as informações podem ser administradas em um único lugar, com mais agilidade e eficiência. 

Quais são os tipos de virtualização?

Agora que você já sabe o que é virtualização, como ela funciona e quais são os seus benefícios, que tal descobrir os tipos de virtualização que existem?

Eles são conhecidos como: virtualização de servidores, virtualização de aplicativos, virtualização de desktops e virtualização de redes. 

Conheça abaixo as características de cada um. 

Virtualização de Servidores

Servidores na Núvem como funciona na prática

Neste modelo de virtualização, os recursos de um servidor físico são separados em várias máquinas virtuais. Nelas, os sistemas podem ser executados de duas formas: isolados ou ao mesmo tempo em um único hardware. 

A virtualização de servidores traz diversos benefícios para as empresas como: diminuição do espaço físico, economia de mão de obra, energia e refrigeração. 

Essa tecnologia é fundamental para implementação da computação em nuvem em qualquer empresa. Para isso, tenha uma internet de qualidade. 

Virtualização de Aplicativos

Virtualização de Aplicativos na prática

A virtualização de aplicativos trouxe praticidade para empresas que precisam instalar vários aplicativos nos sistemas. 

Nela, você pode incluir em um único equipamento vários aplicativos, sem ter necessidade de instalá-los em cada estação de trabalho. 

Esse benefício aumenta a possibilidade de utilização do trabalho remoto, uma vez que não é necessário ter todos os programas instalados em um único ambiente. 

A virtualização de aplicativos ainda traz outros benefícios como: migração de sistemas operacionais com mais facilidade e ambiente virtualizado sem burocracia. 

Na virtualização de aplicativos, você pode utilizar, por exemplo, o Microsoft Word em um Linux. 

Virtualização de Desktops

Virtualização de Desktops como funciona

Na virtualização de desktops, você pode utilizar vários desktops virtuais em um ou vários tipos de servidores físicos. Nunca é demais lembrar que os sistemas operacionais, aplicações, processos e dados são executados em formato centralizado. 

Dessa forma, os usuários têm liberdade para executar as demandas em qualquer dispositivo, garantindo as sessões, aplicações e informações. 

A virtualização de desktops traz vários benefícios. Dentre os mais comuns, encontra-se: aumento na performance, gestão, mobilidade, versatilidade, controle, diminuição de custos e segurança das informações. 

Virtualização de Redes

Virtualização de Redes em TI

Na virtualização de redes temos uma camada física. Ela é dividida em várias camadas lógicas, que são isoladas entre si, para garantir diferentes finalidades. 

A VLAN ficou conhecida como a primeira implementação comercial. Ela permitiu o desenvolvimento de várias camadas no interior de uma rede física, que podem ser espalhadas entre os switches. 

Dessa forma, são isolados e priorizados tráfegos específicos, entre os quais: VoIP, sistemas críticos e rede de backup.

Agora que você já sabe como funcionam e os benefícios da Virtualização, aprenda como ser um programador PHP.

Para enviar seu comentário, preencha os campos abaixo:

Deixe uma resposta

*

Seja o primeiro a comentar!